De forma geral são cilindros de titânio que substituem as raízes dentais.  O titânio é um metal biocompatível que não provoca rejeição do organismo. São como pilares que suportam as coroas, próteses parciais ou reabilitações de toda arcada dental.

 

Sua instalação é feita através de cirurgia, exigindo cuidados específicos pré e pós-operatórios.  Com avaliação clínica radiográfica definimos a estratégia cirúrgica a ser adotada. Em alguns casos, podemos adotar a técnica de carga imediata com a colocação da prótese logo após a cirurgia. Com esta técnica, diferentemente das tradicionais, não há necessidade de aguardar  4 a 6 meses para instalação das coroas.